Março inicia com greve dos servidores

Os servidores alegam descumprimento dos acordos feitos ano passado na última greve, entre eles o não pagamento: dos planos de carreira, dos reajustes concedidos ao magistério pelo Governo Federal, da titularidade, do incentivo funcional entre outros. Na porta do Hospital Santa Rita, faixas denunciam a contratação de temporários e assédio  moral.

Do outro lado a cidade agoniza em meio a tantos buracos pelas ruas. Enquanto, ontem dia 04 a Câmara Municipal teve uma sessão com pouquíssimas pessoas na assembléia, que aumentou com a chegada dos grevistas. Eles cobravam a intermediação dos vereadores junto ao prefeito, buscando uma solução para o impasse. Hoje, o sindicato fez nova convocação para uma assembléia extraordinária, que ocorrerá no dia 9 de março, em frente à Prefeitura.

A pauta será: Aumento salarial 2015, falta de contraproposta dos planos de carreira e indicativo de greve, que já está acontecendo!