Restaurante Comunitário: Precisamos de um!

Entre os itens da grande lista de desejos de nossa  sofrida população, está com certeza a necessidade de um restaurante comunitário.

Planaltina-GO, não sei se devido ao antigo apelido de Brasilinha, tem mania de grandeza... nos preços, infelizmente. A começar pelo setor imobiliário, que cobra aluguéis do preço de setores nobres de Brasília; os restaurantes também tem preços salgados para o trabalhador de baixa renda.

Almoçar uma vez ou outra talvez; mas pagar todo dia valores de em média 10 reais por uma marmitex ou bem mais por um selfservice fica inviável e pesa no bolso do trabalhador.

Ah se tivessemos um Restaurante Comunitário! Neste contexto sim Planaltina-GO deveria imitar a capital!

O Distrito Federal possui 13 restaurantes comunitários distribuídos entre a capital e as cidades satélites.

Lá a refeição custa ao trabalhador o valor ínfimo de 1 real, com direito a suco e sobremesa.

Uma equipe formada por nutricionista e chefe de cozinha encabeçam a equipe dos restaurantes. Garantia de comida de primeira qualidade para o trabalhador. Segundo reportagens da Revista Veja e do próprio Governo, os restaurantes comunitários são idéias que deram certo no Distrito Federal.

Mas os restaurantes comunitários existem em todo o Brasil. Em Brasília a refeição sai a um real para o trabalhador e o Governo custeia os 2,90 restantes.

Impostos, taxas e tributos pagam a conta por parte do Governo.

Ano passado pude experimentar a refeição do Restaurante comunitário de Planaltina-DF: Comida boa, arroz, feijão, carne e salada. Era sexta-feira, tinha feijoada. Também serviam suco e fruta como sobremesa.

Fila grande, mas rápida e gente de todas as classes. Muita gente por lá não faz comida em casa; come todos os dias da comida do restaurante comunitário. Quem serve é a equipe do restaurante e o cliente pode optar entre almoçar nas dependências do RC ou fazer uma marmita.

Acredito que muita coisa boa pode acontecer em Planaltina-GO. Falta apenas boa vontade política e a sociedade cobrar aquilo que é seu de direito: a dignidade!

Em um trecho da Sagrada Escritura diz: Não há ninguém que faça o bem, não há um sequer... Nossos políticos bem que podiam quebrar este protocolo e nos darem um Restaurante Comunitário. A população seria eternamente grata!

Image: