O gigante adormecido acorda com as chuvas

Enquanto nossa atenção está nos estragos causados pela chuvas no centro da cidade e nas vias de acesso, o Setor Oeste, que fica em um lado esquecido de Planaltina-GO, continua abrigando um gigante de proporções catastróficas.

A erosão do Setor Oeste que nasce próximo ao Presídio e percorre quilômetros até desembocar no Córrego Lambari, é uma ameaça esquecida porém latente. Os trabalhos de recuperação iniciados ano passado não passaram de um único ponto que não altera em nada a situação e a obra permaneceu parada.

Agora com as chuvas, toda a água que inunda o centro da cidade desemboca nesta erosão. Na parte dos fundos da rua mais próxima ao buraco nas imediações do Hospital, vemos lotes com suas cercas a menos de 2 metros da erosão. Não existe sequer uma proteção limitando o acesso ao local.